- Publicidade -

A nova política da Netflix, que restringiu o compartilhamento de contas em diversos países – começando pela Europa – parece não ter trazido bons resultados. É o que mostram os números de Portugal, país onde o streaming teve uma queda expressiva de 13% no número total de assinantes, somente nos primeiros 4 meses do ano.

- Publicidade -

Os dados, divulgados pelo instituto português Marktest, mostram que entre novembro de 2022 e fevereiro de 2023, a queda de assinantes foi de apenas 4,6% – o que mostra que os números refletem diretamente a nova política que a empresa implementou, ao exigir um pagamento adicional para utilização do serviço em diversos perfis.

A mudança da Netflix foi implementada primeiro em Portugal, Espanha, Nova Zelândia e Canadá – e, meses depois, se expandiu para outros países, como o Brasil. Só no mercado espanhol, a Netflix teve uma perda de mais de um milhão de assinantes no primeiro trimestre de 2023.

Embora a gigante do streaming não publique números de assinantes, segundo as medições da Marktest, a Netflix é o streaming líder do mercado português, em 77,6 por cento das casas, seguida pelo Disney+ (56,5 por cento), HBO Max (50,6 por cento), Prime Video (50,4 por cento) e NOS Play (47,1 por cento).

Ainda de acordo com o estudo, um terço dos portugueses (33,4 por cento) com mais de 15 anos assina pelo menos um serviço de streaming.

- Publicidade -
Assinar
Notificação de
guest
1 Comentário
Antigo
Novo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Laura
Laura
3 meses atrás

¡íóículos reales dentro del periódico que no se marcan como publicidad y que no se borran.
La noticia es publicada por más de sesenta periódicos de gran autoridad para mejorar el *posicionamiento de tu web* y la reputación.

¿Podrías facilitarme un teléfono para ofrecerte *hasta dos meses gratuitos*?
Gracias