- Publicidade -

Como adiantamos aqui há algumas semanas, o canal de notícias ultraconservador 7NN, lançado na Espanha em outubro de 2021, decidiu encerrar as suas operações nos próximos dias. A informação foi avançada pelo jornal espanhol “El Confidencial” e já foi confirmada pela própria emissora.

Similar a canais como Jovem Pan, no Brasil, ou OAN, nos Estados Unidos, o 7NN era declaradamente conservador e foi criado por um grupo de empresários espanhois que pretendiam preencher uma “importante lacuna informativa” na Espanha.

- Publicidade -

Na nota de encerramento, o 7NN aponta para “o final deste mês de março a cessação da operação do canal” e fala em “despesas excessivas” sem a correspondente contrapartida de receitas. Desde o início das suas transmissões, a 7NN tem vindo a consumir capital (mais de cinco milhões e meio de euros) sem obter uma “garantia mínima de rendimentos futuros”.

Os atuais donos da emissora apontam que a equipe de gerenciamento inicial estava “mais focada em tentar desenvolver um bom produto de televisão visualmente do que em construir um modelo de negócios sustentável”. “Isso fez com que o nível de gastos mensais da cadeia disparasse, sem qualquer lógica com os parcos rendimentos que eram gerados”, acrescenta a ‘Producciones Audiovisuales Hispania, S.A´, empresa fundada em maio de 2021 pelos irmãos José e Jaime Alonso, proprietários da 7NN.

Confira um dos vídeos da 7NN que preenchia a “importante lacuna informativa” na Espanha. O tema: especulações a respeito de invasões alienígenas.

- Publicidade -
Assinar
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários