More

    TV Cultura mostra jogadores que lutaram por direitos sociais

    Recentes

    - Publicidade -

    cultura O que o chileno Carlos Caszely, o marfinense Didier Drogba, o argelino Rached Mekhloufi, o bósnio Pedrag Pasic e o brasileiro Sócrates têm em comum, além do fato de serem ídolos do futebol? Todos foram fortes nomes do ativismo político, cada um em seu país e em seu tempo.

    [creditos:5b3b996470]
    Didier Drogba
    Divulgação / TV Cultura [/creditos:5b3b996470]

    A série Rebeldes do Futebol, que estreia neste domingo, dia 30 de junho, às 17h, na TV Cultura, retrata como e em quais circunstâncias estes cinco personagens lutaram – dentro e fora de campo – em prol da democracia, da liberdade e da igualdade social. Conduzido pelo polêmico ex-jogador de futebol Eric Cantona, o programa é semanal e reserva um episódio para cada craque. A direção fica por conta dos franceses Gilles Rof e Gilles Perez.

    O primeiro da lista é Sócrates. Um dos criadores da democracia corintiana, ele reverberou suas ideias políticas dentro do time paulista, mudando estatuto e sistema de gestão. Todas as pautas, da escalação ao local de concentração, eram decididas no voto. O que aconteceu no Corinthians neste período foi um exemplo de democracia participativa que ajudou o Brasil a se libertar da ditadura militar.

    O segundo capítulo perfila Didier Drogba, ex-jogador do Chelsea. Capitão da seleção nacional da Costa do Marfim, ele interveio na guerra civil que assolava seu país e conseguiu um cessar fogo entre os combatentes. Vai ao ar dia 7 de julho.

    Carlos Caszely protagoniza o terceiro episódio, que será exibido em 14 de julho. Estrela do Colo Colo e da seleção chilena, ele foi um dos raros jogadores de futebol que revelou sua oposição ao ditador Pinochet. Em represália, teve sua mãe torturada pelo regime.

    A quarta edição narra a história de Rached Mekhloufi, símbolo da luta pela independência da Argélia. Após abandonar o time francês Saint-Etienne, o jogador fundou clandestinamente junto com alguns compatriotas a equipe da Frente de Libertação Nacional. No ar dia 21 de julho.

    O último personagem da série é o bósnio Pedrag Pasic, que, apesar do cerco provocado pela guerra em sua cidade natal, Sarajevo, criou a Bubamara, uma escola de futebol que acolhe crianças de todas as origens e religiões. Será exibido no dia 28 de julho.

    Latest Posts

    não perca

    spot_img