As principais salas de cinema do país recebem nesta quinta-feira, dia 15 de setembro, novas produções.

- Publicidade -

O destaque fica por conta da estreia de “Orfã 2 – A origem”. Depois de orquestrar uma brilhante fuga de uma clínica psiquiátrica na Estônia, Esther viaja para a América se passando pela filha desaparecida de uma família rica. No entanto, surge uma reviravolta inesperada que a coloca contra uma mãe que protegerá sua família da “criança” assassina a qualquer custo.

 

O cinema nacional traz a comédia “Uma pitada de sorte“. Pérola vive com a mãe e um irmão menor adotivo. Seu grande sonho é ser reconhecida como chef e enquanto seu desejo não se torna realidade, a moça trabalha como animadora de festas infantis e sous chef (o segundo no comando de uma cozinha) em um restaurante na Zona Sul do Rio. Tudo começa a mudar na vida de Pérola quando ela é aprovada num teste para ser auxiliar de um renomado chef em um programa de televisão.

 

Os fãs de drama podem conferir a produção francesa “Amantes”. Lisa e Simon estão apaixonados. Eles vivem em Paris e levam uma vida urbana e noturna com outros jovens da sua idade. Até que em uma noite, algo inesperado acontece e Simon foge da França sem deixar noticias. Anos depois, Lisa reconstrói sua vida ao lado de outro homem até que, coincidentemente, em uma viagem de férias com seu marido, os caminhos de Lisa e Simon voltam a se cruzar.

 

O documentário “Moonage daydream” é outra novidade da semana. Contado através de imagens sublimes e caleidoscópicas, imagens de arquivo pessoal, performances inéditas e ancorado pela própria música e palavras de David Bowie, o filme convida o público a mergulhar no mundo único que é “Bowie”.

 

Ivan, o TerriRvel” é outra novidade brasileira em cartaz. Um resgate da obra do cineasta Ivan Cardoso, inventor do subgênero cinematográfico terrir, mesclando material de arquivo, cenas documentais, animações e reconstruções ficcionais, buscando refletir sobre sua importância cinematográfica e traçar o retrato de um personagem marcante na historiografia do cinema brasileiro.

Fechando a semana está o drama “Curtas jornadas noite adentro“. Sambistas paulistanos sonham em ser descobertos na cena musical. Alternando dias entre um cotidiano alienante e madrugadas libertadoras, acabam por encarar inesperadas jornadas. Mas, enquanto houver samba, a alegria continua.

 

 

- Publicidade -