Pesquisa revela: usuários ‘trocam’ de streaming a cada 2 meses

Leia também

Guilherme Santos
Guilherme Santos
Jornalista e entusiasta no mercado de TV e streaming | guilherme@alemdatela.com

Apple TV+ e Paramount+ são os serviços de streaming que os usuários dos Estados Unidos mais fazem “switch” (em outras palavras, ‘trocam’), quando decidem cancelar uma assinatura e partir para outra. É o que mostra um estudo da Ampere Analysis, que revela que, ao chegar ao fim de um contrato de 60 dias com um destes serviços, habitualmente os usuários trocam o serviço da Apple pelo da Paramount – ou vice-versa.

Siga-nos:
    Whatsapp    Facebook     Twitter / X    

O estudo mostra que por volta de 30% dos assinantes de streaming nos EUA trocam um serviço por outro a cada dois meses. Entre os usuários que cancelam um serviço, cerca de 56% optam por não assinar nenhum outro – ou decidem partir para conhecer outro. Já 14% disseram que em até dois meses voltam para o mesmo que já assinavam (por exemplo, 23% dos ex-assinantes da Netflix habitualmente voltam para o serviço neste período).

- Publicidade -

Ainda de acordo com o estudo, realizado no mercado americano entre o primeiro trimestre de 2020 e 2022, o Apple TV+ é a primeira escolha de ex-assinantes da Netflix, mas o Prime Video e o Hulu (disponível apenas no mercado americano) estão muito próximos. O Disney+ é o mais beneficiado por ex-usuários do Hulu, por sua vez (mas ambos pertencem à mesma família no mercado dos Estado Unidos).

Ben French, autor do relatório na Ampere Analysis, observa: “O estudo mostra onde cada plataforma precisa buscar sua concorrência direta. Os ‘switchers’ estão experimentando diferentes combinações de plataformas dentro de casa, trocando os gastos para alguns dos serviços mais novos e com menor penetração, mantendo uma base central de streamings. São alguns desses serviços mais novos e menores que os streamers mais precisam ficar de olho.”

- Publicidade -

 

 

 

- Publicidade -

Apple TV+ e Paramount+ são os serviços de streaming que os usuários dos Estados Unidos mais fazem “switch” (em outras palavras, ‘trocam’), quando decidem cancelar uma assinatura e partir para outra. É o que mostra um estudo da Ampere Analysis, que revela que, ao chegar ao fim de um contrato de 60 dias com um destes serviços, habitualmente os usuários trocam o serviço da Apple pelo da Paramount – ou vice-versa.

Siga-nos no     Whatsapp    Facebook     Twitter / X    

O estudo mostra que por volta de 30% dos assinantes de streaming nos EUA trocam um serviço por outro a cada dois meses. Entre os usuários que cancelam um serviço, cerca de 56% optam por não assinar nenhum outro – ou decidem partir para conhecer outro. Já 14% disseram que em até dois meses voltam para o mesmo que já assinavam (por exemplo, 23% dos ex-assinantes da Netflix habitualmente voltam para o serviço neste período).

Ainda de acordo com o estudo, realizado no mercado americano entre o primeiro trimestre de 2020 e 2022, o Apple TV+ é a primeira escolha de ex-assinantes da Netflix, mas o Prime Video e o Hulu (disponível apenas no mercado americano) estão muito próximos. O Disney+ é o mais beneficiado por ex-usuários do Hulu, por sua vez (mas ambos pertencem à mesma família no mercado dos Estado Unidos).

- Advertisement -

Ben French, autor do relatório na Ampere Analysis, observa: “O estudo mostra onde cada plataforma precisa buscar sua concorrência direta. Os ‘switchers’ estão experimentando diferentes combinações de plataformas dentro de casa, trocando os gastos para alguns dos serviços mais novos e com menor penetração, mantendo uma base central de streamings. São alguns desses serviços mais novos e menores que os streamers mais precisam ficar de olho.”

 

 

 

Curte o nosso conteúdo? Siga-nos também no:
Telegram    Mastodon     Linkedin
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais notícias

- Publicidade -

Últimas notícias