Olá, internautas

- Publicidade -

A TV Globo apostou em novos apresentadores no “É de Casa” dentro do pacote de reformulações na grade de programação. Maria Beltrão saiu da GloboNews e agora ganha espaço na TV aberta ao liderar o novo quarteto da atração matinal.

Além de Maria, Rita Batista, Thiago Oliveira e Talitha Morete assumiram o posto de comandantes do programa. Os quatro apresentadores não possuem o mesmo vínculo com o telespectador, como ocorria com Ana Furtado, André Marques, Patrícia Poeta e Cissa Guimarães que há décadas “batiam o cartão” na TV Globo. O novo quarteto terá esse desafio de criar o elo com o público.

Talitha Morete é o ponto mais frágil. A apresentadora praticamente é uma “clone” de Patricia Poeta. Mesmo visual e postura no vídeo. Em seu lugar, deveria ter sido escalado um apresentador. Dois homens e duas mulheres.

Por outro lado, acertaram na escalação de Rita Batista. A apresentadora traz o sotaque baiano ao programa da TV Globo. Transmite elegância e informalidade ao mesmo tempo.

Thiago Oliveira apresenta uma postura centrada. Amadurecido. O apresentador iniciou sua carreira na TV Gazeta inspirado nitidamente em Tiago Leifert. No decorrer dos anos, abandonou tal postura. Evoluiu. Vale a aposta. Já Maria Beltrão está no limite de ser “over” na atração da TV Globo. Em um cenário ideal, deveria descer um tom na apresentação.

Neste sábado (30/07), a reportagem sobre dona Edelzuita, uma pernambucana de 93 anos que voltou a estudar para escrever o livro de sua história de vida, foi o melhor momento do matinal. Beltrão até ficou emocionada com a garra da nonagenária.

O programa com quase cinco horas de duração é composto por diversas reportagens e quadros gravados, como “Tempero de Família” liderado por Rodrigo Hilbert. Há uma nítida preocupação em trazer reportagens fora do eixo Rio-São Paulo e contemplar todo o País. Rio Grande do Norte, Pará, Pernambuco e Paraíba apareceram nesta edição.

Outros quadros recheiam “É de Casa”. Em “Panta News”, os apresentadores pincelam suas visões sobre a novela das nove. “Bem Estar” também marca presença. Entrevista com o elenco da emissora também se faz presente. Neste sábado, Arlete Salles relembrou sua carreira, relacionamento com Toni Tornado e o seu mais recente trabalho em “Além da Ilusão”. Há ainda o tradicional momento da gastronomia.

“É de Casa” entra em nova fase com a premissa da “diversidade” e “representatividade”. Isso é positivo. Por outro lado, os desafios precisarão ser superados.

Fabio Maksymczuk

- Publicidade -