Nova direção tateia programa “Mulheres”

Leia também

Fabio Maksymczuk
Fabio Maksymczukhttp://www.fabiotv.com.br/
Jornalista, membro do júri de TV na APCA, editor do portal FABIOTV, blogueiro e colunista do Além da Tela, com passagem pelo Portal Imprensa (2009/15) e UOL TV Blogs

“Mulheres”, a atração mais tradicional da programação vespertina em São Paulo, sofreu mudança na direção. Saiu Ocimar de Castro que liderava o feminino desde 2018. Entrou Rosyres Oppido que integrava a equipe do “Revista da Cidade”.

Siga-nos:
    Whatsapp    Facebook     Twitter / X    

Nesses dois meses, a nova direção tateou a estrutura do “Mulheres”. Não ocorreram alterações drásticas. A primeira hora do programa vive alguns testes. O colunista Arthur Pires, em alguns dias, comandou um quadro sobre vídeos que viralizaram na internet. Ele foi separado de Leão Lobo e Tia (Guilherme Uzeda) que entravam posteriormente com o “Hora da Fofoca”.

- Publicidade -

A experiência não surtiu bom efeito. Retrocedeu. O trio retornou para o noticiário das (sub) celebridades. A mesa onde Regina e os fofoqueiros ficavam foi abolida. Agora, eles ficam melhores posicionados no estúdio.

A primeira hora da atração deveria ser totalmente dedicada a esse universo. É a antiga faixa do “Fofoca Aí” que alcançava índices satisfatórios dentro do padrão da TV Gazeta. Não concorre diretamente com “A Hora da Venenosa”, “A Tarde É Sua” e “Fofocalizando”.

- Publicidade -

Os quadros de culinária deveriam ser reduzidos. Normalmente, há dois momentos dedicados à preparação de receitas. Com a extinção do “Casos de Família” e a lembrança que o telespectador ainda possui de Regina Volpato na atração do SBT, “Mulheres” poderia abrir espaço a debates com temas sobre o universo da “nova família brasileira”. Desse modo, capturaria o público que sente falta do “Casos”.

O programa “Mulheres” tem a missão árdua de ocupar quatro horas diárias na programação ao vivo. Entradas do jornalismo também seriam bem-vindas. A diversificação da linha editorial é uma saída.

Fabio Maksymczuk

- Publicidade -

“Mulheres”, a atração mais tradicional da programação vespertina em São Paulo, sofreu mudança na direção. Saiu Ocimar de Castro que liderava o feminino desde 2018. Entrou Rosyres Oppido que integrava a equipe do “Revista da Cidade”.

Siga-nos no     Whatsapp    Facebook     Twitter / X    

Nesses dois meses, a nova direção tateou a estrutura do “Mulheres”. Não ocorreram alterações drásticas. A primeira hora do programa vive alguns testes. O colunista Arthur Pires, em alguns dias, comandou um quadro sobre vídeos que viralizaram na internet. Ele foi separado de Leão Lobo e Tia (Guilherme Uzeda) que entravam posteriormente com o “Hora da Fofoca”.

A experiência não surtiu bom efeito. Retrocedeu. O trio retornou para o noticiário das (sub) celebridades. A mesa onde Regina e os fofoqueiros ficavam foi abolida. Agora, eles ficam melhores posicionados no estúdio.

- Advertisement -

A primeira hora da atração deveria ser totalmente dedicada a esse universo. É a antiga faixa do “Fofoca Aí” que alcançava índices satisfatórios dentro do padrão da TV Gazeta. Não concorre diretamente com “A Hora da Venenosa”, “A Tarde É Sua” e “Fofocalizando”.

Os quadros de culinária deveriam ser reduzidos. Normalmente, há dois momentos dedicados à preparação de receitas. Com a extinção do “Casos de Família” e a lembrança que o telespectador ainda possui de Regina Volpato na atração do SBT, “Mulheres” poderia abrir espaço a debates com temas sobre o universo da “nova família brasileira”. Desse modo, capturaria o público que sente falta do “Casos”.

O programa “Mulheres” tem a missão árdua de ocupar quatro horas diárias na programação ao vivo. Entradas do jornalismo também seriam bem-vindas. A diversificação da linha editorial é uma saída.

Fabio Maksymczuk

Curte o nosso conteúdo? Siga-nos também no:
Telegram    Mastodon     Linkedin
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais notícias

29 COMENTÁRIOS

  1. A culinária deveria ter mais espaço na minha opinião,porém gosto demais do programa de um modo geral !!

  2. Muito merchan e nas entrevistas ou culinária acabam correndo. Falta de respeito com quem assiste e com os profissionais que participam!!

  3. Realmente o programa está deixando muito a desejar, só fofoca, muitos merchans até em.exagero, falta de respeito, normalmente a última culinária tem que ser corrida falta de respeito TB com.omprofissional.

  4. Regina Volpato não deve ir de jeito nenhum para Globo, deixarei de vê-la.
    Tudo que a Globo ‘toca’ morre.
    Míngua!!!!!
    Sou do Rio de Janeiro obrigado!
    Que ela não vá para Globo!!!!!
    Obrigado,
    Gioconda.

  5. Sou assídua na TV Gazeta somente para o Programa Mulheres, que eu adoro. Ótima apresentadora, doce, elegante e educadíssima com todos.
    Chega de tanto merchand durante o programa. Muito cansativo e chato. Por que acham que nós gostamos daquilo tudo. Detesto. Eu e muitas pessoas nunca compramos o que é anunciado. Quando entra merchand eu troco de canal, nessas só volto às 17:30.
    Adoro o quadro das fofocas, quem não gosta. Quem sabe contratam a esposa do Ronnie Von para dividir cena com a tia? Eu iria amar!
    Sei que os programas se mantém pir conta os merchand, mas quem sabe pensam outra forma
    Quantas horas a Hebe Camargo comandava o programa dela? Lembrem-se disso.
    Toda equipe eu adoro!!! Sabe o que poderia render um belo merchand costureira fazendo um vestido que será sorteado entre os “ouvintes”, que tal?
    Att
    Zezé Loureiro
    @zeze_loureiro

  6. Creio que , se a Regina for convidada deve , ir. Principalmente se for pra o programa, que está no ar já , faz muito tempo. Eu já não vejo mais, passou da hora de mudar.

  7. Corrigindo meu comentário anterior. Para substituir a Patrícia não. Injusto o que estão fazendo com a Patrícia. Todos nós somos de um jeito e nenhum jeito é bom.

  8. Regina Volpato é a alma do mulheres,linda,educada, elegante,tem presença de palco , que perfil tem essa apresentadora, sensacional,a gazeta TV já tem o material humano,falta ajustar o conteúdo da programação…..

  9. Gostaria de assistir mais artesanato ao vivo! Faça vc mesmo, sugestões de reaproveitamento de materiais…

  10. Olha acho que deveriam parar de falar em BBB fixar alguns culinaristas que realmente ensinam ( fracciuli o nagata e a loirinha dos salgados a que ri facil rsrs) tb acho que o lee é meio snob, e utopico. E tb deveria ter mais musicos, mas musicos de vdd tipo violão e voz que ficasse num cantinho e participasse por todo o programa ……entendo a nec3ssidade do merchan…..mas ng merece! Mas vejo todos os dias o programa inteirinho…..mesmo não estando na frente da tv. Bju a todos. Ah e acho que o programa ganhoi com a saida do fefito.

  11. Olá. Não tem receitas diferentes, todas muito fraquinhas. Pq tanta receita??? Poderiam colocar duas, apenasz. Uma salgada e outra doce, diferentes. E assuntos mais interessantes como educação, beleza. Esse horóscopo muito chato.

  12. Programa mulheres,era ótimo com a Yone Borges, não tem apresentadora igual,saudades, quando eu sentava na frente da tv quando começava e só saia quando terminava o programa,Yone que saudades,bjo

  13. Não gosto de fofoca,mas hoje parece que tem que ter
    Acho que o leão irrita a muita gente ,mas difícil agradar a todos. Muitas mudanças foram pra melhor com assuntos de conhecimento e cultura ,pois é isso que precisamos.
    Vão se descobrindo e acertando com certeza .

  14. Gosto muito do programa assisto todos os dias,mesmo com tantos merchandising, que irrita ,mas sei que é necessário.Regina Volpato e 10 .Gosto muito da PAMELAsempre com novidades.
    Eu Amo entrevista com pessoas ,que tenha algo importante para contar.Os médicos e a advogada também são muito importantes.
    Agora não gosto quando falam de BBB ,já não assisto porque não gosto…..

  15. Oi gente 😘
    Eu amooooooo o MULHERES, Parabéns pelo trabalho de tds.Sao muito bons no q se propõe a fazerem gosto muito tmb porq é leve ,sem conteúdo de desgraças e violência, miséria.
    Isso faz td a diferença,porq nos alimentamos de notícias qtrazem, alegrias , saúde porq os médicos em entrevistas são Bênção de Deus pra nós todos
    Amoooo tmb quando tinha o espaço de visitas aos lugares turísticos e culinárias de restaurante.pelaPamela .
    Poderia ser feito um espaço de Artesanatos, rápidos na tardezinha, é muito bom 👍.
    Genteeee lindas JESUS abençoe tds vcs, nossas tardes,de trabalho belíssimo,e q vcs se dedicam em fazer o melhor pra tds nós.Parabens 👋👋👋👋. não tirem ninguém da equipe, está ótimo ❤️❤️❤️

  16. Mais entrevistas com nutricionistas falando sobre o produto da época e logo em seguida uma culinária com esse produto. Antes fariam pesquisa de preços dos produtos da época. Por exemplo na época da tangerina a nutri falaria dos benefícios apresentariam os preços e logo em seguida uma culinária com esse produto.

  17. Gosto do programa mulheres, mas tem muito merchan, a segunda culinária é muito corrida, a Sandrinha deveria fazer culinária também André Resende deveria voltar.

  18. Tem dias que a culinária corre, isso é bem ruim atropelar na última 1hora ou 1h e 30 pra terminar o programa, as vezes sinto que fuça muita fofoca no meio do programa poderia ter no início e um fechamento no fim.tem pautas muito boas e nestes dias o programa fica cheio de atividades as vezes interrompe a entrevista por exemplo pra dar lugar a outra ação e fica ruim, precisa pensar na divisão dos temas no mesmo dia tem certos que exigem um tempo maior. Tem dias que teve maritalia no fim do programa e o atala no início muito cansativo mesmo dia.

  19. Acho o programa um saco.
    A Regina é deveramente chata, principalmente com aquele bordão maus um pedaço. Graças eu não assisto.

  20. Olá! Regina é uma pessoa linda de conteúdo, gostamos muito do programa, só não dá p aguentar os merchandising, um ou outro dá p entender, mas tá muito carregado, chega ser falta de respeito, já tem os comerciais normais né gente, gosto das receitas de segunda que vai aquele Sr. do tarô. O que estraga e as vezes agente tira é a quantidade de merchandising.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Últimas notícias