- Publicidade -

Baseada na peça de teatro Slut, de Katie Cappiello, a série “Grand Army” estreia nesta sexta (16) na NetflixA minissérie trata sobre problemas da vida de adolescentes que lutam contra os preconceitos da sociedade moderna. Lançada em 2013, a peça foi construída com base nos relatos de seus próprios alunos, que lhes contavam sobre seus relacionamentos, dificuldades e desejos.

- Publicidade -

A história gira em torno de cinco adolescentes que estudam no maior colégio público do Brooklyn. Siddhartha Pakam (Amir Bageria) é um jovem atleta indiano que precisa lidar com a sua sexualidade enquanto é capitão da equipe de natação da escola, Leila Kwan Zimmer (Amalia Yoo) é uma menina de origem chinesa que foi adotada por pais judeus, Dominique Pierre (Odley Jean) é uma jovem haitiana com habilidades extraordinárias em matemática, Jayson Jackson (Maliq Johnson) adora música e deseja profissionalizar sua paixão e Joey Del Marco (Odessa A’zion), é a narradora da série.

Com seus dezesseis anos, Joey é uma menina bastante livre, que expõe suas opiniões sem medo e adora suas amizades femininas, totalmente avessa à concepção de que as mulheres devem sempre competir umas com as outras. Porém, em uma noite de festa na casa de um amigo, Joey é estuprada por três meninos. Na luta por justiça, a jovem vai contar com o apoio de alguns colegas, mas também vai ser muito julgada por outros e pela própria sociedade, que normalmente condena vítimas de crimes sexuais, questionando o seu comportamento e invalidando suas denúncias.

“Grand Army” estreia dia 16 de outubro na Netflix.

- Publicidade -