“MasterChef” ganha nova coloração com Rodrigo Oliveira

Leia também

Fabio Maksymczuk
Fabio Maksymczukhttp://www.fabiotv.com.br/
Jornalista, membro do júri de TV na APCA, editor do portal FABIOTV, blogueiro e colunista do Além da Tela, com passagem pelo Portal Imprensa (2009/15) e UOL TV Blogs

Na última terça-feira (02/05), a Band estreou a décima temporada da versão amadores do “MasterChef”. O talent show, de fato, alavancou a audiência do canal nas primeiras temporadas. Após a exploração ao máximo da atração nos últimos anos, a competição culinária enfrenta um intenso processo de desgaste. O primeiro episódio da nova leva registrou apenas 1,7 ponto de média.

Siga-nos:
    Whatsapp    Facebook     Twitter / X    

A estreia contou com um bom ritmo na edição. Logo no primeiro instante, foi apresentado Rodrigo Oliveira como novo jurado do “MasterChef”. O cidadão pernambucano já era uma figura conhecida dos telespectadores. Já participou em algumas oportunidades como convidado especial.

- Publicidade -

Diferente do que aconteceu na transição entre Paola Carosella e Helena Rizzo, há nitidamente um choque de personalidade entre Oliveira e Henrique Fogaça. O chef “tatuado” passava a imagem de marrento. Proferia comentários duros. Já o novo jurado transmite uma impressão ao contrário. Doce. Meigo. Nos primeiros momentos, ficou nítida a dificuldade que ele enfrentou para eliminar os candidatos.

A seletiva reuniu cerca de 90 cozinheiros amadores. Em seguida, esse número passou para 54, após apresentação de pratos que vieram da casa dos competidores. Prato afrodisíaco, culinária da Barbie e até um rapaz com gorro de gnomo deram o ar de sua graça. Depois, os desafiantes encararam provas técnicas, como cortar pimentões, laranjas e tirar escamas de peixe.

- Publicidade -

“MasterChef” é o talent show mais interessante do segmento. O desafio é superar o desgaste do formato.

Fabio Maksymczuk  

- Publicidade -

Na última terça-feira (02/05), a Band estreou a décima temporada da versão amadores do “MasterChef”. O talent show, de fato, alavancou a audiência do canal nas primeiras temporadas. Após a exploração ao máximo da atração nos últimos anos, a competição culinária enfrenta um intenso processo de desgaste. O primeiro episódio da nova leva registrou apenas 1,7 ponto de média.

Siga-nos no     Whatsapp    Facebook     Twitter / X    

A estreia contou com um bom ritmo na edição. Logo no primeiro instante, foi apresentado Rodrigo Oliveira como novo jurado do “MasterChef”. O cidadão pernambucano já era uma figura conhecida dos telespectadores. Já participou em algumas oportunidades como convidado especial.

Diferente do que aconteceu na transição entre Paola Carosella e Helena Rizzo, há nitidamente um choque de personalidade entre Oliveira e Henrique Fogaça. O chef “tatuado” passava a imagem de marrento. Proferia comentários duros. Já o novo jurado transmite uma impressão ao contrário. Doce. Meigo. Nos primeiros momentos, ficou nítida a dificuldade que ele enfrentou para eliminar os candidatos.

- Advertisement -

A seletiva reuniu cerca de 90 cozinheiros amadores. Em seguida, esse número passou para 54, após apresentação de pratos que vieram da casa dos competidores. Prato afrodisíaco, culinária da Barbie e até um rapaz com gorro de gnomo deram o ar de sua graça. Depois, os desafiantes encararam provas técnicas, como cortar pimentões, laranjas e tirar escamas de peixe.

“MasterChef” é o talent show mais interessante do segmento. O desafio é superar o desgaste do formato.

Fabio Maksymczuk  

Curte o nosso conteúdo? Siga-nos também no:
Telegram    Mastodon     Linkedin
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Últimas notícias