- Publicidade -

Há 12 anos, em janeiro de 2011, o Brasil passava a ser governado pela primeira vez por uma mulher: Dilma Rousseff. A cerimônia de posse, transmitida pelas emissoras de TV, mostrou o momento histórico onde Dilma recebeu a faixa presidencial do então presidente Lula – que reassume a presidência para o seu terceiro mandato no próximo domingo, 1º de janeiro de 2023.

- Publicidade -

Confira a notícia, na época divulgada pelo portal G1:

01/01/2011 20h12 – Atualizado em 01/01/2011 22h45

Dilma toma posse, promete erradicar pobreza e mudar sistema tributário

Presidente recebeu a faixa de Lula, seu ex-chefe, às 16h49.
Em 2 discursos no dia, ela reafirmou promessas e fez aceno à oposição.

Dilma Rousseff  foi empossada neste sábado (1º) como presidente da República. Nos dois discursos que proferiu – no Congresso Nacional e no Parlatório do Palácio do Planalto – a nova presidente reafirmou o compromisso de combater a miséria e erradicar a pobreza. Falou também em mudanças no sistema de impostos e fez um aceno à oposição.

Segundo ela, a luta “mais obstinada” do novo governo será “a erradicação da pobreza extrema e a criação de oportunidades para todos”.

No primeiro discurso, que durou 40 minutos, Dilma reafirmou a defesa da liberdade de culto e de imprensa, disse que a corrupção “será combatida permanentemente” e que estende a mão aos partidos de oposição.

“A partir deste momento, sou a presidente de todos os brasileiros”, declarou. Dilma prometeu ainda melhorias nas áreas de saúde, educação e segurança.

Para dar longevidade ao atual ciclo de crescimento, Dilma afirmou que ” é preciso garantir a estabilidade, especialmente a estabilidade de preços, e seguir eliminando as travas que ainda inibem o dinamismo da nossa economia, facilitando a produção e estimulando a capacidade empreendedora de nosso povo”.

Confira a escalada do “Jornal Nacional“, em janeiro de 2011 – e a notícia completa do G1, na época:

- Publicidade -