- Publicidade -

A temporada 2019/2020 da NBA se encerrou no domingo, dia 11 de outubro, com o título do Los Angeles Lakers sobre o Miami Heat em série final vencida por 4 a 2 pela equipe da Califórnia, agora maior campeã da liga ao lado do Boston Celtics, com 17 conquistas.

- Publicidade -

Com transmissão exclusiva da ESPN na TV por assinatura, a série decisiva registrou altos índices de audiência, garantindo a liderança entre todos os canais da TV paga em quatro dos seis confrontos finais, incluindo a última partida, no domingo.

No comparativo com a temporada anterior que já havia registrado crescimento, a NBA chegou a um número ainda maior de pessoas, apresentando aumento de 32% no público que acompanhou as transmissões da ESPN, mesmo em um ano tão atípico para a liga.

Por conta da pandemia, a competição foi interrompida no início do mês de março e retornou apenas em 31 de julho, em uma megaestrutura montada no complexo ESPN Wide World of Sports, no Walt Disney World, em Orlando, na Flórida. A chamada ‘bolha’ da NBA garantiu total segurança para todos os atletas, comissão técnica e profissionais necessários para a realização das partidas, isolando os envolvidos do mundo exterior em rígidos processos de segurança por mais de três meses até a última partida da final.

Com as mudanças no calendário da temporada 2019/2020, a NBA ainda não definiu a data para o início da nova temporada, mas a expectativa é que o retorno aconteça em janeiro de 2021. A ESPN seguirá com os direitos de transmissão da NBA para o mercado brasileiro, mantendo a exclusividade das finais na TV por assinatura.

- Publicidade -