“Esporte Espetacular” remexe memória afetiva em celebração de 50 anos

Leia também

Fabio Maksymczuk
Fabio Maksymczukhttp://www.fabiotv.com.br/
Jornalista, membro do júri de TV na APCA, editor do portal FABIOTV, blogueiro e colunista do Além da Tela, com passagem pelo Portal Imprensa (2009/15) e UOL TV Blogs

No último domingo (10/12), “Esporte Espetacular” celebrou 50 anos no ar. Fundado em 1973, o tradicional programa esportivo ocupa atualmente as manhãs dos domingos na TV Globo.

Siga-nos:
    Whatsapp    Facebook     Twitter / X    

A edição especial remexeu a memória afetiva do telespectador com o resgate das cinco décadas. Ainda remonto o “EE” às tardes dos sábados. Mylena Ciribelli e Fernando Vanucci na apresentação é uma das principais marcas nas minhas lembranças.

- Publicidade -

“Esporte Espetacular” é um dos raros espaços em toda a programação da TV brasileira que valoriza o verdadeiro “jornalismo esportivo”. Neste domingo, por exemplo, o esportivo exibiu uma longa reportagem com denúncias sobre atletas paralímpicos brasileiros que estariam sendo beneficiados por competirem em categorias não condizentes com a deficiência visual.

Na programação matinal, “EE” vive uma fase morna na audiência. Até mesmo, não consegue sustentar os índices herdados do “Globo Rural”, um dos verdadeiros fenômenos da emissora no Kantar Ibope. O esportivo é liderado por Lucas Gutierrez que tenta ser um apresentador engraçado e descontraído e Barbara Coelho que passa a impressão de pertencer à escola Patricia Poeta de apresentação da emissora.

- Publicidade -

Há ainda Karine Alves que surge como uma espécie de “coapresentadora”. O trio surge como excesso no vídeo em um programa com duas horas e meia de duração recheado de matérias gravadas e transmissões esportivas ao vivo. Perde a identidade.

A edição especial resgatou figuras icônicas do esporte brasileiro com depoimentos de Gustavo Kuerten, Romário e Rayssa Leal, além de ter valorizado o “fundador” Leo Batista que, neste ano, teve sua importância valorizada também na celebração do cinquentenário do “Fantástico”.

Um dos momentos mais emocionantes foi o resgate da matéria de Eric Faria que reuniu o ex-jogador Josimar (Botafogo e seleção brasileira) com seu filho Josimar Junior exibida originalmente em 2003. Vinte anos depois, o esportivo promoveu um novo reencontro.

Parabéns, Esporte Espetacular! Pa papá papá papá papapa…

Fabio Maksymczuk

- Publicidade -

No último domingo (10/12), “Esporte Espetacular” celebrou 50 anos no ar. Fundado em 1973, o tradicional programa esportivo ocupa atualmente as manhãs dos domingos na TV Globo.

Siga-nos no     Whatsapp    Facebook     Twitter / X    

A edição especial remexeu a memória afetiva do telespectador com o resgate das cinco décadas. Ainda remonto o “EE” às tardes dos sábados. Mylena Ciribelli e Fernando Vanucci na apresentação é uma das principais marcas nas minhas lembranças.

“Esporte Espetacular” é um dos raros espaços em toda a programação da TV brasileira que valoriza o verdadeiro “jornalismo esportivo”. Neste domingo, por exemplo, o esportivo exibiu uma longa reportagem com denúncias sobre atletas paralímpicos brasileiros que estariam sendo beneficiados por competirem em categorias não condizentes com a deficiência visual.

- Advertisement -

Na programação matinal, “EE” vive uma fase morna na audiência. Até mesmo, não consegue sustentar os índices herdados do “Globo Rural”, um dos verdadeiros fenômenos da emissora no Kantar Ibope. O esportivo é liderado por Lucas Gutierrez que tenta ser um apresentador engraçado e descontraído e Barbara Coelho que passa a impressão de pertencer à escola Patricia Poeta de apresentação da emissora.

Há ainda Karine Alves que surge como uma espécie de “coapresentadora”. O trio surge como excesso no vídeo em um programa com duas horas e meia de duração recheado de matérias gravadas e transmissões esportivas ao vivo. Perde a identidade.

A edição especial resgatou figuras icônicas do esporte brasileiro com depoimentos de Gustavo Kuerten, Romário e Rayssa Leal, além de ter valorizado o “fundador” Leo Batista que, neste ano, teve sua importância valorizada também na celebração do cinquentenário do “Fantástico”.

Um dos momentos mais emocionantes foi o resgate da matéria de Eric Faria que reuniu o ex-jogador Josimar (Botafogo e seleção brasileira) com seu filho Josimar Junior exibida originalmente em 2003. Vinte anos depois, o esportivo promoveu um novo reencontro.

Parabéns, Esporte Espetacular! Pa papá papá papá papapa…

Fabio Maksymczuk

Curte o nosso conteúdo? Siga-nos também no:
Telegram    Mastodon     Linkedin
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Últimas notícias