Discovery estreia novos episódios de Largados e Pelados

Leia também

Ricardo Marques
Ricardo Marques
Entusiasta sobre TV por assinatura e recepção via satélite. Publica sobre o mercado brasileiro, destaques da HBO e Telecine. Doutor em Estudos Literários.

O canal de TV por assinatura Discovery e o serviço de streaming Discovery+ estreiam na terça-feira, dia 22 de março, a partir das 22h15, os novos episódios da sétima temporada de Largados e Pelados.

Siga-nos:
    Whatsapp    Facebook     Twitter / X    

Cada um dos episódios inéditos acompanha toda a missão de uma dupla formada por pessoas que não se conheciam até então. No episódio que inaugura a nova safra, a dupla formada por Rose e Waz está na paisagem lamacenta dos pântanos da Flórida, nos Estados Unidos. Ali, crocodilos, animais peçonhentos, javalis territorialistas e a pantera-da-Flórida os esperam.

- Publicidade -

Rose está em casa. Ela cresceu na Flórida e sempre viveu em meio à natureza, em uma propriedade rural. Aos 40 anos de idade, ela se orgulha de conhecer os principais recursos e desafios de sua terra natal, sabe identificar perfeitamente as chamadas PANCs, plantas alimentícias não convencionais, e aposta em seu conhecimento sobre a região para seguir até o fim dos 21 dias. Confortável no ‘quintal de casa’, ela dificilmente vai ceder caso aconteça algum impasse com sua dupla, o ex-militar Waz.

Waz nasceu em Sydney, Austrália, e suas principais habilidades estão relacionadas à caça: produzir armadilhas é sua especialidade. Acostumado a treinar fuzileiros navais, Waz também é duro na queda, se diz um ‘macho-alfa’ e está determinado a ir até o fim do desafio: “não existe a menor possibilidade de que eu peça para sair”, diz logo no início de sua jornada.

- Publicidade -

Já na chegada, os dois concordam em criar abrigo próximo a uma fonte de água limpa e longe do solo encharcado, construindo uma plataforma elevada. Embora sejam confiantes, Rose e Waz sabem que não podem baixar a guarda diante da ameaça real dos predadores – entre eles a temida serpente-boca-de-algodão, uma das espécies mais venenosas do mundo, e os crocodilos gigantes da Flórida, cuja mordida tem força que ultrapassa uma tonelada. Além disso, a dupla precisa lidar com chuvas torrenciais, que podem colocar a perder todo o esforço para produzir fogo e abrigo.

- Publicidade -

O canal de TV por assinatura Discovery e o serviço de streaming Discovery+ estreiam na terça-feira, dia 22 de março, a partir das 22h15, os novos episódios da sétima temporada de Largados e Pelados.

Siga-nos no     Whatsapp    Facebook     Twitter / X    

Cada um dos episódios inéditos acompanha toda a missão de uma dupla formada por pessoas que não se conheciam até então. No episódio que inaugura a nova safra, a dupla formada por Rose e Waz está na paisagem lamacenta dos pântanos da Flórida, nos Estados Unidos. Ali, crocodilos, animais peçonhentos, javalis territorialistas e a pantera-da-Flórida os esperam.

Rose está em casa. Ela cresceu na Flórida e sempre viveu em meio à natureza, em uma propriedade rural. Aos 40 anos de idade, ela se orgulha de conhecer os principais recursos e desafios de sua terra natal, sabe identificar perfeitamente as chamadas PANCs, plantas alimentícias não convencionais, e aposta em seu conhecimento sobre a região para seguir até o fim dos 21 dias. Confortável no ‘quintal de casa’, ela dificilmente vai ceder caso aconteça algum impasse com sua dupla, o ex-militar Waz.

- Advertisement -

Waz nasceu em Sydney, Austrália, e suas principais habilidades estão relacionadas à caça: produzir armadilhas é sua especialidade. Acostumado a treinar fuzileiros navais, Waz também é duro na queda, se diz um ‘macho-alfa’ e está determinado a ir até o fim do desafio: “não existe a menor possibilidade de que eu peça para sair”, diz logo no início de sua jornada.

Já na chegada, os dois concordam em criar abrigo próximo a uma fonte de água limpa e longe do solo encharcado, construindo uma plataforma elevada. Embora sejam confiantes, Rose e Waz sabem que não podem baixar a guarda diante da ameaça real dos predadores – entre eles a temida serpente-boca-de-algodão, uma das espécies mais venenosas do mundo, e os crocodilos gigantes da Flórida, cuja mordida tem força que ultrapassa uma tonelada. Além disso, a dupla precisa lidar com chuvas torrenciais, que podem colocar a perder todo o esforço para produzir fogo e abrigo.

Curte o nosso conteúdo? Siga-nos também no:
Telegram    Mastodon     Linkedin
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais notícias

- Publicidade -

Últimas notícias