Confira os melhores da TV brasileira em 2021

Leia também

Fabio Maksymczuk
Fabio Maksymczukhttp://www.fabiotv.com.br/
Jornalista, membro do júri de TV na APCA, editor do portal FABIOTV, blogueiro e colunista do Além da Tela, com passagem pelo Portal Imprensa (2009/15) e UOL TV Blogs

Olá, internautas

Siga-nos:
    Whatsapp    Facebook     Twitter / X    

2021 ficará marcado como o ano da vacina contra a Covid-19. Diante disso, as produções da TV brasileira começaram uma retomada e as emissoras puderam oferecer conteúdo inédito aos telespectadores.

- Publicidade -

Segue a relação dos melhores do ano.

MELHOR NOVELA – Gênesis

- Publicidade -

A Record TV acertou com “Gênesis”. Em sete fases, a novela não perdeu o fôlego com mais de 200 capítulos. Elenco que movimentou mais de 400 atores. Os autores Camilo Pellegrini, Raphaela Castro e Stephanie Ribeiro souberam transformar o texto religioso em uma produção de teledramaturgia. Todos os ciclos foram bem construídos com a competente direção geral de Edgard Miranda.

MELHOR ATRIZ – Regina Casé

“Amor de Mãe” sempre será lembrada como a novela de Dona Lurdes. Personagem mais bem trabalhada de toda a obra com a excelente interpretação de Regina Casé. A telespectadora, em diversos momentos, se viu refletida na heroína. O público aguardou cerca de um ano para ouvir: Danilo é Domênico!

MELHOR ATOR – Juan Paiva

O jovem ator é o maior destaque da novela “Um Lugar ao Sol”. Chama a atenção ao interpretar Ravi, o verdadeiro mocinho da história. Conseguiu envolver o público.

MELHOR REALITY SHOW: BBB21

“BBB21” não foi o “Big dos Bigs”, como prometido nos anúncios da TV Globo. Mesmo assim, a vigésima primeira edição conseguiu engajar o telespectador com a sagacidade de Juliette e Gil do Vigor, além das tramoias de Karol Conká, Projota e companhia.

MELHOR APRESENTADOR (A): Tiago Leifert

Tiago Leifert sobressaiu no comando do “BBB21”. O discurso sobre o cabelo do professor João Luiz, após as falas de Rodolffo, entrou para a história do reality da TV Globo. Além disso, o apresentador cumpriu a missão ao substituir Fausto Silva no Super Dança dos Famosos e deixou a impressão que não deveria ter saído da faixa dominical.

MELHOR PROGRAMA HUMORÍSTICO – Foi Mau

Mauricio Meirelles sobressai na condução do “Foi Mau” na RedeTV!. Utiliza a ironia e de sua perspicácia para conduzir as entrevistas com personalidades que já disseram quase tudo em outras atrações da TV brasileira. A edição sarcástica também contribui para arrancar boas gargalhadas do telespectador.

MELHOR PROGRAMA – Projeto Identidade

O ciclo “Projeto Identidade”, formado por Falas da Terra (o melhor produzido neste ano), Falas Femininas, Falas de Orgulho, Falas da Vida e Falas Negras, fortalece a representatividade na programação da TV Globo. Transmite a atual preocupação da emissora em valorizar diversos nichos da sociedade que se percebem desvalorizados nos meios de comunicação.

Fabio Maksymczuk

- Publicidade -

Olá, internautas

Siga-nos no     Whatsapp    Facebook     Twitter / X    

2021 ficará marcado como o ano da vacina contra a Covid-19. Diante disso, as produções da TV brasileira começaram uma retomada e as emissoras puderam oferecer conteúdo inédito aos telespectadores.

Segue a relação dos melhores do ano.

- Advertisement -

MELHOR NOVELA – Gênesis

A Record TV acertou com “Gênesis”. Em sete fases, a novela não perdeu o fôlego com mais de 200 capítulos. Elenco que movimentou mais de 400 atores. Os autores Camilo Pellegrini, Raphaela Castro e Stephanie Ribeiro souberam transformar o texto religioso em uma produção de teledramaturgia. Todos os ciclos foram bem construídos com a competente direção geral de Edgard Miranda.

MELHOR ATRIZ – Regina Casé

“Amor de Mãe” sempre será lembrada como a novela de Dona Lurdes. Personagem mais bem trabalhada de toda a obra com a excelente interpretação de Regina Casé. A telespectadora, em diversos momentos, se viu refletida na heroína. O público aguardou cerca de um ano para ouvir: Danilo é Domênico!

MELHOR ATOR – Juan Paiva

O jovem ator é o maior destaque da novela “Um Lugar ao Sol”. Chama a atenção ao interpretar Ravi, o verdadeiro mocinho da história. Conseguiu envolver o público.

MELHOR REALITY SHOW: BBB21

“BBB21” não foi o “Big dos Bigs”, como prometido nos anúncios da TV Globo. Mesmo assim, a vigésima primeira edição conseguiu engajar o telespectador com a sagacidade de Juliette e Gil do Vigor, além das tramoias de Karol Conká, Projota e companhia.

MELHOR APRESENTADOR (A): Tiago Leifert

Tiago Leifert sobressaiu no comando do “BBB21”. O discurso sobre o cabelo do professor João Luiz, após as falas de Rodolffo, entrou para a história do reality da TV Globo. Além disso, o apresentador cumpriu a missão ao substituir Fausto Silva no Super Dança dos Famosos e deixou a impressão que não deveria ter saído da faixa dominical.

MELHOR PROGRAMA HUMORÍSTICO – Foi Mau

Mauricio Meirelles sobressai na condução do “Foi Mau” na RedeTV!. Utiliza a ironia e de sua perspicácia para conduzir as entrevistas com personalidades que já disseram quase tudo em outras atrações da TV brasileira. A edição sarcástica também contribui para arrancar boas gargalhadas do telespectador.

MELHOR PROGRAMA – Projeto Identidade

O ciclo “Projeto Identidade”, formado por Falas da Terra (o melhor produzido neste ano), Falas Femininas, Falas de Orgulho, Falas da Vida e Falas Negras, fortalece a representatividade na programação da TV Globo. Transmite a atual preocupação da emissora em valorizar diversos nichos da sociedade que se percebem desvalorizados nos meios de comunicação.

Fabio Maksymczuk

Curte o nosso conteúdo? Siga-nos também no:
Telegram    Mastodon     Linkedin
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais notícias

- Publicidade -

Últimas notícias