CNN Brasil sobressai sobre GloboNews em vandalismo na capital federal

Leia também

Fabio Maksymczuk
Fabio Maksymczukhttp://www.fabiotv.com.br/
Jornalista, membro do júri de TV na APCA, editor do portal FABIOTV, blogueiro e colunista do Além da Tela, com passagem pelo Portal Imprensa (2009/15) e UOL TV Blogs

Na última segunda-feira (12/12), Brasília se viu atacada por bolsonaristas radicais que atearam fogo na capital federal, após a prisão do Cacique Serere Xavante, acusado de envolvimento em protestos antidemocráticos. A guerra política ainda arde na sociedade brasileira.

Siga-nos:
    Whatsapp    Facebook     Twitter / X    

A CNN Brasil, sob comando do ótimo Marcio Gomes, cobriu o vandalismo desde os primeiros movimentos que agitaram a cidade do Planalto Central. O “CNN Brasil Prime Time” se estendeu ao longo da programação do canal de notícias até meia-noite e meia.

- Publicidade -

Gomes e os analistas fizeram uma excelente cobertura dos fatos em tempo real. O apresentador até entrevistou o senador Randolfe Rodrigues (REDE) que chamou os vândalos de “terroristas”.

Enquanto isso, a GloboNews se omitiu nesta cobertura. Manteve a programação padrão com seus enormes intervalos comerciais. “Em Pauta” passou para o “Jornal da Dez”. Enquanto Brasília era sacudida, Aline Midlej conversava com Flavia Oliveira que enaltecia o momento da diplomação do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva.

- Publicidade -

O “Jornal da Dez” entrou na cobertura mais intensamente com a entrevista coletiva que reuniu o futuro ministro da Justiça, Flavio Dino, o secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Julio Danilo e o chefe da segurança de Lula e futuro diretor-geral da PF, Andrei Rodrigues.

A CNN Brasil derrubou a programação para informar o telespectador sobre o que ocorria em pleno centro da política nacional. A GloboNews ficou para trás.

Fabio Maksymczuk

- Publicidade -

Na última segunda-feira (12/12), Brasília se viu atacada por bolsonaristas radicais que atearam fogo na capital federal, após a prisão do Cacique Serere Xavante, acusado de envolvimento em protestos antidemocráticos. A guerra política ainda arde na sociedade brasileira.

Siga-nos no     Whatsapp    Facebook     Twitter / X    

A CNN Brasil, sob comando do ótimo Marcio Gomes, cobriu o vandalismo desde os primeiros movimentos que agitaram a cidade do Planalto Central. O “CNN Brasil Prime Time” se estendeu ao longo da programação do canal de notícias até meia-noite e meia.

Gomes e os analistas fizeram uma excelente cobertura dos fatos em tempo real. O apresentador até entrevistou o senador Randolfe Rodrigues (REDE) que chamou os vândalos de “terroristas”.

- Advertisement -

Enquanto isso, a GloboNews se omitiu nesta cobertura. Manteve a programação padrão com seus enormes intervalos comerciais. “Em Pauta” passou para o “Jornal da Dez”. Enquanto Brasília era sacudida, Aline Midlej conversava com Flavia Oliveira que enaltecia o momento da diplomação do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva.

O “Jornal da Dez” entrou na cobertura mais intensamente com a entrevista coletiva que reuniu o futuro ministro da Justiça, Flavio Dino, o secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Julio Danilo e o chefe da segurança de Lula e futuro diretor-geral da PF, Andrei Rodrigues.

A CNN Brasil derrubou a programação para informar o telespectador sobre o que ocorria em pleno centro da política nacional. A GloboNews ficou para trás.

Fabio Maksymczuk

Curte o nosso conteúdo? Siga-nos também no:
Telegram    Mastodon     Linkedin
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais notícias

- Publicidade -

Últimas notícias