Band transplanta “Encrenca” com “Perrengue”

Leia também

Fabio Maksymczuk
Fabio Maksymczukhttp://www.fabiotv.com.br/
Jornalista, membro do júri de TV na APCA, editor do portal FABIOTV, blogueiro e colunista do Além da Tela, com passagem pelo Portal Imprensa (2009/15) e UOL TV Blogs

Olá, internautas

Siga-nos:
    Whatsapp    Facebook     Twitter / X    

Neste domingo (07/11), “Perrengue na Band” estreou na emissora do Morumbi. Agora, há uma guerra declarada entre a trupe de Tatola Godas, Dennys Motta, Angelo Campos e Ricardinho Mendonça e o quinteto do Encrenca composto por Júlio Cocielo, Victor Sarro, Viny Vieira, Fernanda Keulla e Caio Pericinoto. A disputa pela quarta colocação nos índices de audiência promete bons “rounds”.

- Publicidade -

Na realidade, a Band transplantou o programa da RedeTV! para o seu território. O “novo” humorístico segue as mesmíssimas diretrizes da “antiga” atração. O cenário é praticamente o mesmo. Os quadros, idem.

Zap Zap se transformou em “Tá no Zap”. Os apresentadores comentam os vídeos que viralizam nas redes sociais. A trilha sonora permanece., como o “videozinho” do Baby, da Família Dinossauros, e até o “meme do caixão”.

- Publicidade -

Em meio a esse material, surgem as tradicionais esquetes. “Perrengue Astral”, o quadro dos signos, continua, como o “Fuçada na Rede”, “Cantadas de Rua” com Carla Bora (Carlão), Presidente Jairzinho (talvez com maior independência para cutucar o mandatário), “Papai sabe tudo, só que não”, entre outros.

Dificilmente, o atual “Encrenca”, na RedeTV!, conseguirá levar a melhor diante do “Perrengue”. O quarteto, agora na Band, passa melhor entrosamento com um programa mais “redondo”. A atração do Morumbi, que ficou por mais de sete anos na emissora de Dallevo e Carvalho, deverá acolher o seu público fiel que estava na concorrência.

Agora, na guerra dominical, há um cabo de guerra entre encrenqueiros e perrengueiros. E o telespectador é o juiz desta disputa.

Fabio Maksymczuk  

- Publicidade -

Olá, internautas

Siga-nos no     Whatsapp    Facebook     Twitter / X    

Neste domingo (07/11), “Perrengue na Band” estreou na emissora do Morumbi. Agora, há uma guerra declarada entre a trupe de Tatola Godas, Dennys Motta, Angelo Campos e Ricardinho Mendonça e o quinteto do Encrenca composto por Júlio Cocielo, Victor Sarro, Viny Vieira, Fernanda Keulla e Caio Pericinoto. A disputa pela quarta colocação nos índices de audiência promete bons “rounds”.

Na realidade, a Band transplantou o programa da RedeTV! para o seu território. O “novo” humorístico segue as mesmíssimas diretrizes da “antiga” atração. O cenário é praticamente o mesmo. Os quadros, idem.

- Advertisement -

Zap Zap se transformou em “Tá no Zap”. Os apresentadores comentam os vídeos que viralizam nas redes sociais. A trilha sonora permanece., como o “videozinho” do Baby, da Família Dinossauros, e até o “meme do caixão”.

Em meio a esse material, surgem as tradicionais esquetes. “Perrengue Astral”, o quadro dos signos, continua, como o “Fuçada na Rede”, “Cantadas de Rua” com Carla Bora (Carlão), Presidente Jairzinho (talvez com maior independência para cutucar o mandatário), “Papai sabe tudo, só que não”, entre outros.

Dificilmente, o atual “Encrenca”, na RedeTV!, conseguirá levar a melhor diante do “Perrengue”. O quarteto, agora na Band, passa melhor entrosamento com um programa mais “redondo”. A atração do Morumbi, que ficou por mais de sete anos na emissora de Dallevo e Carvalho, deverá acolher o seu público fiel que estava na concorrência.

Agora, na guerra dominical, há um cabo de guerra entre encrenqueiros e perrengueiros. E o telespectador é o juiz desta disputa.

Fabio Maksymczuk  

Curte o nosso conteúdo? Siga-nos também no:
Telegram    Mastodon     Linkedin
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais notícias

- Publicidade -

Últimas notícias